quinta-feira, 31 de maio de 2018

Retificações

Retificação nº 3 - 31/03/2019

O jogo de 25 de setembro de 2011 estava registrado como Corinthians 0 x 1 Corinthians (!). O correto é Corinthians 1 x 0 Bahia. A correção em nada altera a linha do tempo. Somente a contagem de participações de Corinthians (estava com uma a mais do que devido) e Bahia (estava com uma a menos).

-----------------------------------------------------------------

Retificação nº 2 - 28/02/2019

Corrigi algumas declarações de títulos, que estavam com nomes errados por falha de digitação, embora a linha do tempo estivesse correta:

1907. Estava SC Internacional (SP), é CA Internacional (SP)
1940. Estava SP Railway AC (SP), é Comercial FC (SP-SP)
1974. Estava SC Internacional (RS), é Avaí FC (SC)
1989. Estava CA Bragantino, é Criciúma EC (SC)
2002. Estava Coritiba FC (PR), é SC Corinthians P (SP)

Reforçando: não houve alteração da linha do tempo de vencedores, pois esta foi feita antes; somente houve recontagem de títulos. Os primeiros perderam um, os últimos ganharam um.

Agradecimento a Alexandre Giesbrecht (@agiesbrecht)

-----------------------------------------------------------------

Retificação nº 1 - 21/02/2019

Alertado pelo colega André Luiz (@row51), procedi com a correção da linha de jogos, visto que não havia notado uma cobrança de pênaltis entre Flamengo e Vasco.

A imagem abaixo ilustra a correção e como a linha desaguou em um mesmo ponto: a partida com o Ceará.


(Em preto, a nova linha de jogos, já corrigida, em vermelho, a antiga, errada).

O fato modificou, contudo, a relação de títulos e conquistas de alguns clubes. Alteraria também a contagem de cinturões, mas outra adição curiosamente deixou a numeração como antes:

Dois jogos do Paranaense do Interior de 2012, em 3 e 6 de maio, foram acrescentados, sem que alterassem a linha de jogos (Arapongas se manteve como o campeão, ao final).

Outra falha encontrada foi em 2015, novamente por causa de disputa de pênaltis. Não havia visto as penalidades entre Lajeadense e Inter, que valeu a Recopa para o primeiro time.


Por sorte, a alteração não mudou a contagem de cinturões - novamente só a contabilização de títulos.

sábado, 26 de maio de 2018

Fontes

(Ainda em organização)

Acervos
  • Arquivo Histórico do São Paulo Futebol Clube
  • Adalberto Jorge Klüser do Blumenau Esporte Clube
  • Centro de Referência do Futebol Brasileiro - Museu do Futebol
  • Federação Paulista de Futebol
Livros
  • ASSAF, Roberto & MARTINS, Clóvis. Almanaque do Flamengo. São Paulo: Abril, 2001.
  • CORDEIRO, Carlos Celso & CORDEIRO, Luciano Guedes. Náutico: Retrospecto de todos os jogos: 1ª parte: 1909 à 1969. Recife: Edição do autor, 1996. 
  • CORDEIRO, Carlos Celso & CORDEIRO, Luciano Guedes. Náutico: Retrospecto de todos os jogos: 2ª parte: 1970 à 1984. Recife: Edição do autor, 1998. 
  • NASCIMENTO, Guilherme. Almanaque do Santos FC: 1912-2012. São Paulo: Magma Cultural, 2012.
  • RIBEIRO, Henrique. Almanaque do Cruzeiro. Belo Horizonte: Belas Letras, ed. atual. 2014.
  • UNZELTE, Celso & VENDITTI, Mário. Almanaque do Palmeiras. São Paulo: Abril, 2004.
  • UNZELTE, Celso. Almanaque do Corinthians. São Paulo: Abril, 2000.
  • RIBEIRO, Rubens. O caminho da bola: 100 anos de história da FPF - I Volume: 1902-1952. São Paulo: Publicação Interna, 2007.
  • RIBEIRO, Rubens. O caminho da bola: 100 anos de história da FPF - II Volume: 1953-1982. São Paulo: Publicação Interna, 2007.
  • RIBEIRO, Rubens. O caminho da bola: 100 anos de história da FPF - III Volume: 1983-2007. São Paulo: Publicação Interna, 2007.
Sites